POLÍCIA

05/03/2013 - Atualizado em 05/03/2013 - 10h40

Tamanho da Letra:
Aumentar Letra  Diminuir Letra

Preso casal acusado de matar aposentado no Coqueiro

MANHUAÇU (MG) - A Polícia Civil divulgou nesta terça-feira, 05, a conclusão do inquérito e a prisão das duas pessoas envolvidas no assassinato do aposentado Elmer Tassara de Gouvea, 86 anos. O corpo dele foi localizado na sexta-feira, 15 de fevereiro, mas havia cinco dias que estava morto. Foram presos David Dias dos Santos, de 25 anos, e Jéssica Freitas de Souza, de 18 anos.

Segundo o delegado Getúlio Lacerda, a investigação foi iniciada tão logo o trabalho da perícia no local. “Estivemos na residência na rua da Conceição, próximo à Igreja da Imaculada Conceição, no bairro Coqueiro, e havia algumas pistas e palavras escritas na parede.  Hoje temos certeza de que foi um crime de latrocínio. A residência tinha gavetas reviradas, foram levados utensílios domésticos e alguns objetos da casa, como telefone celular e um notebook. Levaram talheres de prata e materiais pessoais. Além disso, sacaram dinheiro na conta do aposentado e um cheque que ele tinha”, detalhou.

O casal de namorados que foi preso pela Polícia Civil foi identificado a partir de informações da vizinhança e da movimentação da conta bancária. Segundo o delegado, a jovem fez dois saques de 50 reais na conta dele, pegou um cheque e fez um depósito na conta dela. “Chegamos a ela por causa disso e depois ao namorado, que é o David, natural de Vitória e que mora em Manhuaçu há nove meses”.

DUAS PESSOAS

Getúlio considera que as prisões foram resultado da investigação técnica e científica desenvolvida pela delegacia de homicídios. “A perícia mostrava que o crime foi cometido por duas pessoas. O homicídio foi praticado na manhã da segunda-feira de Carnaval. Eles foram lá com intenção de mata-lo”, afirmou.

Eles já conheciam o aposentado e tinham o hábito de frequentar a casa. Elmer não imaginava que seria assassinado. Estava jogando paciência no computador. “No momento que estava distraído, jogando, o David o segurou e a Jéssica amarrou as mãos dele. Ela exigiu a senha bancária , foi até o banco para conferir e fazer a movimentação.  A jovem alegou que saiu e ele estava com vida e quando retornou já estava praticamente morto pelo David”, detalhou Getúlio Lacerda.

O delegado regional Dr. Welington Moreira também comentou o caso e entende que ambos participaram do crime e mataram o aposentado com uma corda amarrada no pescoço que o sufocou e uma facada dada pelo David no coração dele. “Todos os dois participaram do crime. Os atos deles contribuíram para a morte do aposentado”, salientou.

O casal foi preso e passou por exame de corpo de delito na Unidade de Pronto Atendimento de Manhuaçu para ser encaminhado para o presídio.

De acordo com Dr. Welington Moreira, a Regional de Manhuaçu, mesmo com as dificuldades de falta de efetivo policial, os crimes estão sendo apurados com rapidez. “Temos que elogiar esses policiais e dizer à sociedade que a Polícia Civil de Manhuaçu se empenha na resolução de todos os casos. Só não é apurado por falta de informações, porque empenho eu garanto que há bastante dos nossos policiais. Esse caso é mais uma resposta positiva, apurada em um intervalo de 20 dias”.

Jailton Pereira - portalcaparao@gmail.com

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Portal Caparaó - Copyright 2009-2011 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por W3Vision