CULTURA

12/03/2013 - Atualizado em 12/03/2013 - 10h18

Tamanho da Letra:
Aumentar Letra  Diminuir Letra

Sambô: dia 28 em Manhuaçu

MANHUAÇU (MG) - Eles misturaram uma paixão mundial e nacional: Rock and Roll e Samba. O resultado, Banda Sambô, um novo movimento musical que vem sendo chamado de “rock-samba” no Brasil e chega com força total em Manhuaçu.

A força do rock com o balanço do samba, esses elementos tem dado o que tocar! A banda Sambô, de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, dosa um repertório que vai desde Janis Joplin, Led Zeppelin e Nirvana a Zeca Pagodinho, Jorge Bem Jor, O Rappa, Beth Carvalho e Arlindo Cruz. Um verdadeiro “samba do crioulo doido” que deu certo e tem agradado, e muito, a variados públicos. Este novo embalo pode ser conferido dia 28 de março, a partir das 22h, no Parque de Exposições, em Manhuaçu. A abertura da noite fica por conta da banda Soul Du Samba.

O evento é formatado nas categorias Pista e Área Vip. Após os shows, a Área Vip será palco de uma boate com o que há de melhor na cena eletrônica. “O Sambô está sendo aguardado em toda a região. Já passamos com a turnê do Grupo em Governador Valadares, Ipatinga, João Monlevade e agora será a vez de Manhuaçu. Há certo tempo a Stillo Entretenimento já pensava em alguma produção para a região. Chegou a hora e o público irá se surpreender com a estrutura da noite e com a apresentação da banda”, garante Diógenes Lana, produtor executivo da Stillo Entretenimento, empresa responsável pela produção do evento.

Os convites estão sendo vendidos na Versalle Boutique em Manhuaçu e na Skazi em Caratinga. O primeiro lote de Pista está a R$30e Área Vip a R$50.

Sambô

A banda tocava informalmente em rodas de samba entre amigos antes de decidir atender a um pedido para tocar rock, na ocasião “Mercedes Benz” (Janis Joplin), a partir daí, assumiu oficialmente o estilo “samba-rock”, em 2005. Há quem compare os primeiros passos deste estilo musical com o mesmo caminho que originou o atual “sertanejo universitário”. Um mix de ritmos e estilos dentro do mesmo gênero de música.

Donos de um estilo despojado, no início, os shows aconteciam como pede o figurino, em uma roda de samba. “A gente tocava com o palco no meio das pessoas, elas ficam em toda a nossa volta. Mas com o crescimento do público nas apresentações, se tornou inviável para as produções”, afirma o tecladista, Ricardo Gama.

O repertório variado, executado com bateria, teclado, guitarra, cavaquinho, banjo e outros instrumentos típicos do samba, têm sido bem recebidos pelo público. “Existem alguns poucos comentários que estragamos algumas canções, mas temos retorno de bandas de rock como a Hangar, que gostam do nosso trabalho. Nossas características musicais agradam os dois lados”, disse Gama.

O grupo de seis músicos profissionais vem se apresentando em todo o país e gravou em 2009 o CD e DVD “Sambô” que conta também com três músicas autorais e no ano passado lançou “Estação Sambô”, turnê que chega à Manhuaçu.

Sambistas, roqueiros. Pouco importa. São músicos. Estudiosos e irreverentes, comprometidos e divertidos. Uma banda, uma ilha cercada de público por todos os lados. Intérpretes, compositores. Autênticos. Roda de samba, fundo de quintal, a incorporação do rock, seis artistas criativos que integram um grupo original, influências renovadas, a se apresentar pelos palcos do Brasil, esse país único, de diversas culturas em si mesmo.

A Banda Sambô é formada por: Daniel San (voz e pandeiro), Sudu Lisi (bateria), Ricardo Gama (teclado), Júlio Fejuca (cavaquinho, guitarra e banjo), Max Leandro (surdo e rebolo) e Zé da Paz (pandeiro).

Serviço:

Evento: Banda Sambô

Local: Parque de Exposições de Manhuaçu (MG)

Horário: a partir das 22H

Vendas: Versalle Boutique em Manhuaçu e na Skazi em Caratinga

Valores: Pista R$30         

Área Vip R$50

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Portal Caparaó - Copyright 2009-2011 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por W3Vision