ECONOMIA

26/09/2013

Tamanho da Letra:
Aumentar Letra  Diminuir Letra

Bancários aderem à greve também em Manhuaçu

Paralisação

MANHUAÇU (MG) - Pelo menos duas agências bancárias de Manhuaçu já aderiram a greve, que teve início na última sexta-feira, com o objetivo de  sensibilizar os donos de bancos a estarem olhando de forma mais singular toda a condição de estrutura,aumento dígno, melhores condições de trabalho, preservação da saúde,mais contratações,mais segurança e igualdade para todos.

Em Manhuaçu, a Caixa Econômica Federal aderiu à greve na segunda-feira e o Itaú aderiu na manhã desta terça-feira. Agora, os representantes do Sindicato dos Bancários e os grevistas estão entrando em entendimento com as demais agências, no sentido de que os funcionários venham a formar fileira,que, de acordo com  o movimento grevista será por tempo indeterminado.

Os grevistas denunciam que os seis maiores bancos lucraram mais de R$ 29,6 bilhões somente no primeiro semestre do ano. Segundo eles,os bancos exigem metas cada vez maiores, impossíveis de serem  atingidas.E, por isso os bancários estão adoecendo, enquanto que,  os banqueiros não querem discutir medidas para preservar a saúde do funcionário.

Segundo o presidente do Sindicato dos Bancários de Manhuaçu, Geraldo Vinícius, agências em Caratinga,Carangola, Manhumirim,Governador Valadares, Teófilo Otoni e outras cidades circunvizinhas estão sendo contatadas para aderirem à paralisação, para que haja o fortalecimento do movimento, que já conseguiu paralisar as atividades em mais de duas mil agências em todo o Brasil. Eles reivindicam aumento de 11,93% e os bancos oferecem somente 6,1% de reajuste, que já foi rejeitado no dia 5 de setembro durante a negociação.

Geraldo Vinícus explica que, a perspectiva nacional é de que os bancos tenham mais funcionários para atender o cliente, que, infelizmente fica horas na fila sem que alguém dê uma justificativa.  E para que os banqueiros possam enxergar essa situação, há a  necessidade de uma greve geral.  "Nós queremos o fim das filas intermináveis e, o nosso trabalho é para que os demais colegas tenham a consciência de que estão trabalhando, sem terem o devido valor dos donos de bancos",ressalta o presidente do Sindicatos dos Bancários de Manhuaçu, Geraldo Vinícus.

Eduardo Satil - portalcaparao@gmail.com

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Portal Caparaó - Copyright 2009-2011 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por W3Vision