MEIO AMBIENTE

27/03/2010 - Atualizado em 27/03/2010 - 11h11

Tamanho da Letra:
Aumentar Letra  Diminuir Letra

SAAE autoriza início das obras de tratamento de esgoto

Diretor do SAAE Gentil Pazelli assinou as ordens de serviço

O SAAE Manhuaçu realizou cerimônia nesta sexta-feira, 26, para assinatura da ordem de serviço de início das obras da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) e do primeiro trecho do sistema de redes interceptoras do esgoto de Manhuaçu. A solenidade dirigida pelo Diretor do SAAE Gentil Pazeli e o Prefeito Adejair Barros marca o início das obras para o tratamento de esgotos da cidade que atualmente são lançados diretamente no Rio Manhuaçu.

As duas empresas vencedoras Polyplaster, representada por Homero Rocha Lima, e Sanevix, por Leonardo Teixeira Oliveira, assinaram o contrato para execução dos trabalhos acompanhados dos vereadores Jorge Augusto Pereira, Renato Cezar Von Randow e Juarez Cléres Elói, o secretário de Assuntos Institucionais da Prefeitura de Belo Horizonte Mário Assad Júnior, o Gerente da Caixa João Francisco, representantes de entidades, secretários municipais e funcionários do SAAE.

A primeira etapa da obra orçada em cerca de 4,5 milhões de reais vai beneficiar aproximadamente de 20 mil pessoas. Os investimentos do SAAE e do Governo Federal, através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) permitem a construção da estação e de três quilômetros de redes interceptoras que vão impedir o lançamento de esgoto de parte da cidade no rio.

Com a entrada da ETE em funcionamento, em alguns anos, será garantida a despoluição do Rio Manhuaçu e córregos dentro da cidade. “Esta ETE é um dos maiores investimentos per capita que o SAAE já fez em Manhuaçu. Ao final da obra, daqui a alguns anos, vamos retirar todo o esgoto lançado no rio Manhuaçu”, destacou o Diretor do SAAE, Gentil Pazelli. O projeto total está orçado em 18 milhões de reais.

O Prefeito Adejair Barros destacou que o projeto foi uma iniciativa do ex-prefeito Sérgio Breder e vem ao encontro de uma das maiores demandas da cidade. “Eu tenho a certeza de que estamos dando um grandioso passo no sentido de despoluir o rio Manhuaçu. Quero aqui agradecer o empenho do SAAE nesse projeto, através de toda a sua equipe, e registrar a satisfação de finalmente iniciarmos essa obra”, afirmou.

Diversos convidados participaram da solenidade

Os recursos para realização são do Governo Federal através do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC - e da Caixa Econômica Federal para contratação. Nesta primeira etapa da obra serão aplicados R$ 4.124.500,00 e o município desembolsará como contrapartida R$ 284.649,58. 

MODELO

Maquete da Estação de Tratamento de Esgoto

Os projetos da estação de tratamento e interceptores foram desenvolvidos pelos técnicos do SAAE em parceria com a Universidade Federal de Viçosa, através de convênio. Eles fazem parte do Plano Diretor de Esgoto e contemplam o atendimento a toda a sede do município atual e também prevê o aumento de população durante os próximos 20 anos.

A obra contempla a primeira etapa da estação de tratamento de esgotos da sede do município de Manhuaçu e terá capacidade para atender vinte mil pessoas com eficiência no tratamento de 95% atendendo as normas ambientais para lançamento de efluentes. Além da ETE, o projeto também inclui as canalizações dos esgotos - chamadas de interceptores. Nesta primeira etapa serão implantados três mil metros de tabulações na margem direita do Rio Manhuaçu – entre a ponte da Avenida Barão do Rio Branco, no bairro Baixada, até a ETE localizada, no final do bairro Engenho da Serra. 

A Sanevix é responsável pela construção da ETE e já tem experiência no setor de saneamento público, enquanto a Polyplaster fará o assentamento dos tubos da rede interceptora de esgoto na margem direita do rio Manhuaçu.

Carlos Henrique Cruz - portalcaparao@gmail.com

 

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Portal Caparaó - Copyright 2009-2011 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por W3Vision