Portal Caparaó

carregando...

ESPORTES

09/07/2017 - Atualizado em 10/07/2017 23h30

Quatorze ciclistas superam o Desafio 200 km em 10 horas

MANHUAÇU (MG) - Quatorze ciclistas de Manhuaçu cumpriram neste sábado, 08/07, o Desafio dos 200 de MTB (Mountain Bike) – Louco hoje, lenda amanhã. O grupo saiu às 4 horas da manhã, percorreu 204,4 km em 9h53 min. Eles foram até a divisa de Minas Gerais com o Rio de Janeiro e Espírito Santo e retornaram.

O desafio é feito por pessoas de todo Brasil. A aventura é pedalar 200 km de estrada não pavimentada com menor tempo e maior altitude. Foi o segundo ano e o grupo foi crescendo. Em 2016, eram seis ciclistas. Agora, o número mais do que dobrou e o tempo ainda foi menor.             

Participaram do desafio, os manhuaçuenses Ismael, André, Leonardo Heringer, Leandro, Francisco Lana, Edmilson Machado, Jean Carlos, Moisés Ribeiro, Abel Rodrigues, Leone, Henrique, Carlos Emiliano, Fred Raul e Elessandro Grossi.

Superando o desafio também do frio, o grupo saiu de Manhuaçu transitando pela antiga linha do trem em direção ao ponto quem os três estados se encontram. Em todo o país, neste ano o Desafio 200 chegou à marca de mais de 600 inscritos.

“Foram 204 quilômetros de pedal e quase 10 horas de atividade contínua. Superamos a marca do ano passado que era de 11 horas com a alegria de vermos que a modalidade está só crescendo”, resumiu Moisés ao Portal Caparaó.

DESAFIO 200

O chamado desafio dos 200 de MTB foi criado por Guenael Dornelas.

A atividade pode ser em qualquer lugar do Brasil. É a pessoa que escolhe o percurso que deseja desde que tenha 80% de estrada de chão e pegar a maior elevação que conseguir. O desafio é individual e precisa ser feito em 24hrs.

Para fazer o desafio é preciso o uso aplicativos com GPS que mostrem detalhes do percurso para avaliação e comprovação.

Carlos Henrique Cruz - carlos@portalcaparao.com.br

Compartilhar

Comentários

O Portal Caparaó não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens. O Portal Caparaó se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas. As opiniões são de responsabilidade de seus autores.