Portal Capara√≥ - Conselho de √?tica livra Jo√£o Magalh√£es
Política

Conselho de √?tica livra Jo√£o Magalh√£es

26/04/2007 - Atualizado em 03/05/2007 08h05

 

O Conselho de Ética da Câmara aprovou esta quinta-feira, por 9 votos a 4, o relatório que livra de novos processos de cassação o deputado federal João Magalhães (PMDB-MG), por falta de decoro parlamentar. Os deputados Waldemar Costa Neto (PR-SP) e Paulo Rocha (PT-PA) também foram acusados de envolvimento em escândalos na legislatura passada.

Os deputados Waldemar Costa Neto (PR-SP) e Paulo Rocha (PT-PA), acusados de envolvimento com o mensalão, renunciaram aos mandatos para escapar da investigação do Conselho, na legislatura passada. João Magalhães (PMDB-MG), suspeito de envolvimento na máfia das ambulâncias, não chegou a renunciar, mas seu processo no conselho foi arquivado, quando a legislatura chegou ao fim. Os três foram reeleitos em outubro do ano passado.

O relatório do deputado Dagoberto Nogueira (PDT-MS), com um adendo do deputado José Eduardo Cardoso (PT-SP), entendeu que Costa Neto, Paulo Rocha e João Magalhães foram absolvidos pelo voto dos eleitores e, portanto, não devem ser investigados neste mandato.

Em protesto contra a decisão do Conselho, o deputado Nelson Trad (PMDB-MS) renunciou a vaga no colegiado. "Este conselho está dirigido partidariamente", protestou o deputado do PMDB.

Agência Câmara - 26/04/07 - 16:48 

O Portal Capara√≥ n√£o se responsabiliza por qualquer coment√°rio expresso no site ou atrav√©s de qualquer outro meio, produzido atrav√©s de redes sociais ou mensagens. O Portal Capara√≥ se reserva o direito de eliminar os coment√°rios que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas. As opini√Ķes s√£o de responsabilidade de seus autores.