Portal Caparaó - Jovem promove quebradeira em comércios de Manhuaçu e acaba contido por populares
Segurança

Jovem promove quebradeira em comércios de Manhuaçu e acaba contido por populares

24/04/2019

MANHUAÇU (MG) - Um jovem de 22 anos foi preso pela Polícia Militar depois de ter causado um enorme prejuízo em vários comércios da rua Antônio Wellerson, em Manhuaçu. Mateus Teixeira da Silva, 22 anos, foi contido por populares depois de quebrar vitrines, balcões, prateleiras e estragar diversas mercadorias.

Fotos e vídeos da confusão circulam em diversos grupos e redes sociais de Manhuaçu nesta tarde de quarta-feira 24/04. A confusão foi às 11:25 da manhã.

Segundo populares e comerciantes, a atitude ofensiva do rapaz começou no bairro Todos os Santos. Na rua Teodoro Pio dos Santos (próximo a Escola Maria de Lucca), ele subiu e passou por cima de um veículo Corsa Classic. Amassou o capô. Urinou na porta de uma residência.

Após a primeira confusão, ele seguiu para a rua Antônio Welerson. No açougue, fez um gesto como se a mão fosse uma arma e disse que mataria todos que estavam no local.

Depois, pegou uma cadeira (banqueta) de uma loja de materiais de construção e iniciou uma série de danos no estabelecimento. Atravessou a rua, quebrou o balcão frigorífico de um abatedouro e inutilizou cerca de 100 quilos de carne de frango.

Ainda exaltado, continuou sentido a igreja católica Santo Antônio, e adentrou na farmácia, quebrou o vidro do balcão, duas prateleiras, um computador, uma calculadora e estragou diversos medicamentos. Numa papelaria, Mateus com um chute, quebrou um vidro do balcão.

O jovem foi cercado por populares e imobilizado numa calçada até a chegada da equipe policial. Apesar de toda a bagunça, ninguém se feriu.

Em princípio, a suspeita é que o rapaz estava em abstinência pelo uso de drogas. Ele foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para avaliação médica.

A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar e as vítimas orientadas para o comparecimento na Justiça.

Redação do Portal Caparaó

O Portal Caparaó não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens. O Portal Caparaó se reserva o direito de eliminar os comentários que considere inadequados ou ofensivos, provenientes de fontes distintas. As opiniões são de responsabilidade de seus autores.